Pernambuco começa preparativos contra abuso infantil na Copa de 2014

Já se articulando para combater a exploração de crianças e adolescentes na Copa do Mundo de 2014, a Secretaria da Criança e da Juventude (SCJ)recebeu com uma das maiores e mais antigas organizações não governamentais da África do Sul e discutiu o tema Rede de proteção em mega eventos Copa do Mundo: a experiência da África do Sul.

 

O tema Rede de proteção em mega eventos Copa do Mundo: a experiência da África do Sul foi apresentado às autoridades pernambucanas, ligadas especialmente a infância e juventude  e Copa 2014, durante encontro com  a diretora assistente da Jo’burg Child Welfare, uma das maiores e mais antigas organizações não governamentais da África do Sul, Carol Bews.

Carol Bews relatou as experiências bem sucedidas de proteção às crianças sul-africanas durante o Mundial de 2010. “A África do Sul resguardou as suas crianças por meio de ações conjuntas de combate à violência sexual – um dos seus principais problemas – desenvolvidas pelo Governo e entidades não governamentais”, disse.

Ela também informou que uma das ações foi criar quatro grandes tendas, os chamados Espaços Amigáveis. “Esses espaços foram voltados para todo tipo de situação que as crianças poderiam passar. Com essas ações, conseguimos atender 14 mil crianças”.

De acordo com a subdiretora da Jo’Burg Child Welfare, as ações foram pensadas e desenvolvidas na África do Sul tardiamente. Tudo só foi construído há um ano do Copa do Mundo, disse ela, demonstrando contentamento em perceber que o Brasil já está se preparando.

A coordenadora do programa “Crescer sem violência” do UNICEF, a angolana Casimira Bengi, relembrou a parceria do UNICEF com o Governo de Pernambuco. “Temos uma estratégia de apoio ao Governo para grandes eventos. A ideia é refletir de que maneira podemos nos eventos deixar um legado positivo para as crianças”, disse.

O secretário em exercício, Fernando Silva, ressaltou a oportunidade única de ter a presença de duas organizações tão importantes na proteção da criança e do adolescente. “Vamos aqui ouvir as experiências da última Copa para a partir daí trabalharmos na proteção das crianças e adolescentes na Copa das Confederações e Copa do Mundo de 2014”, falou.

A equipe da SCJ se reuniu novamente com as representantes da Jo’Burg Child Welfare, UNICEF e também da Secretaria Extraordinária da Copa de 2014 para discutir conjuntamente as ações da Rede de Proteção em Pernambuco na Copa do Mundo de 2014, a partir das experiências relatadas nas palestras concedidas pela manhã.

Na reunião, também foi apresentada pelo secretário executivo de Articulação e Projetos Especiais da SCJ, Joelson Rodrigues, a Campanha “Atenção Redobrada”, que é realizada pela SCJ em parceria com os municípios em grandes eventos culturais. A ação visa chamar a atenção da sociedade contra a exploração infantil e atende crianças em espaços de acolhimento. A Campanha será uma das ações da Secretaria para próxima Copa.

Também participaram dos encontros as demais Secretarias do Governo do Estado e instituições que cuidam da defesa e dos direitos das crianças e adolescentes de Pernambuco.

Fonte: Portal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: